domingo, 27 de novembro de 2016

Taça Portugal Ciclocross #2 - Torre de Dona Chama: Segundo classificado

Depois do arranque em Vouzela, a Taça de Portugal de Ciclocross rumou a Trás-os-Montes para a disputa da segunda das cinco provas do calendário.

Mudando a localização do circuito para os terrenos envolventes ao campo de futebol do Grupo Desportivo de Torre de Dona Chama, ali nasceu um dos percursos mais elogiados dos ultimos tempos no Ciclocross Nacional, aproximando-se um pouco dos melhores exemplos que vamos vendo lá por fora, nde esta modaliadde goza de mais popularidade.

Depois dos azares mecânicos na corrida de Vouzela, queria deixar para trás essa situação e procurar os primeiros pontos da época nesta competição.

O dia amanheceu cinzento e com alguma chuva fraca, que deixou de se fazer sentir após a corrida dos Juvenis.
Sem ranking, parti da seguda linha, mas acabei por ficar fechado na primeira viragem do circuito e atrasei-me bastante, passando depois a primeira volta a tentar recuperar posições, chegando ao segundo posto, numa altura em que o Ruben Nunes já liderava destacado.
Não consegui fechar o espaço que nos separava e assim ele somou a segunda vitória em duas provas, eu terminei em segundo e a fechar os lugares do pódio chegou o Helder Nogueira.

Com este resultado, subi a quarto na geral da Taça e agora o objectivo passa por tentar melhorar essa classificação.

A terceira ronda desta Taça de Portugal disputa-se a 18 de Dezembro, em Palmela.

Galeria de fotos

Classificação Master 30


sábado, 26 de novembro de 2016

Taça Portugal Ciclocross #2 - Torre de Dona Chama

Regressa este fim de semana a Taça de Portugal de Ciclocross, com a segunda corrida do calendário a ser disputada em Torre de Dona Chama.

Depois de alguns dias de muito frio e chuva, espera-se uma melhoria nas condições atmosféricas para o fim de semana.

Local do Circuito:
Campo de Futebol de Torre de Dona Chama
N41º39.427
W007º08.398

Lista de Inscritos

Horários:

Domingo, 27 Novembro

09h30 - Corrida 1 - Juvenis
10h00 - Corrida 2 - Master 30, 40, 50, 60 e Open
11h00 - Corrida 3 - Cadetes Masculinos e Todas as Categorias Femininas
12h00 - Corrida 4 - Elite, Sub-23 e Juniores masculinos

sábado, 19 de novembro de 2016

XIX Trofeo Ciclocross Montes de Eiras - A segunda à chuva

Foto Luz Iglesias
Desde há uns anos em que venho participando nesta prova da Copa da Galiza, que o Ciclocross de O Rosal vem ocupando um lugar especial, por ser um cross onde costumamos encontrar bastante areia, mas este ano a organização revolucionou por completo o traçado do circuito, tornando-o 100% ciclável, onde apenas desmontávamos nas duas secções de tábuas.
A zona de meta também mudou para a estrada, sendo agora toda ela em asfalto.

Tal como previsto a chuva e o vento apareceram, aumentando de intensidade à medida que a prova ia decorrendo, tornando o circuio cada vez mais escorregadio.
Dada a partida, de imediato assumiram a liderança os dois atletas do Cambre-Caeiro, Luciano Carretero e o lider da Copa, Andres Calvete,começando a abrir alguns metros para o grupo perseguidor, onde eu seguia.

Foto: Luz Iglesias
Aos poucos fui subindo posições, até chegar ao quarto posto, onde acabei por rodar até ao final da corrida.

O Luciano Carretero acabou por vencer,  sendo seguido pelo Andres Calvete e pelo Ruben Nunes. Eu fechei então em quarto.

Agora, segue-se no próximo domingo a segunda prova da Taça de Portugal, em Torre de Dona Chama, que também nos vai dar a conhecer um novo circuito, uma vez que a prova não se disputa no mesmo local de há dois anos atrás.

Obrigado a todos aqueles que iam puxando e dando incentivos ao longo da prova. É sempre bom ouvir, quer em português, quer em espanhol.

Galeria de fotos

Classificação Master 30



XIX Trofeu Montes de Eiras


domingo, 13 de novembro de 2016

Taça Portugal CX #1 - Vouzela

Vouzela voltou a receber a prova de abertura da Taça de Portugal de Ciclocross, competição que este ano conta com um calendário de cinco corridas.

No ano passado, apesar de ter feito a viagem até a esta prova, não alinhei na corrida. Tinha passado mal a noite com problemas de digestão e não consegui participar...
Este ano foi então a minha estreia neste circuito, mas as coisas também não correram da melhor forma, com uma corrente encravada a deitar por terra as hipóteses de tentar fazer um bom resultado.

O traçado era exigente e bastante técnico, marcado pela passagem na bela ponte ferroviária, que antecedia uma longa descida até ao nível do rio, seguida da ascensão até à zona da meta.

A minha corrida acabou por ficar definitivamente marcada pela avaria a meio da primeira volta, cerca de 200m após a passagem pela zona técnica onde tinha a bicicleta suplente, e assim, como não consegui recolocar a corrente na cassete, tive de dar uma volta quase completa ao circuito a correr a pé, perdendo muito tempo e caindo para ultimo... Depois da troca de bicicleta foi tentar recuperar até onde fosse possível, mas não consegui chegar aos lugares pontuáveis...

Agora há que seguir prova a prova e já no próximo fim de semana retomo as provas da Copa da Galiza, na tarde de sábado, em O Rosal. 


Classificação Master 30



domingo, 6 de novembro de 2016

Open Sentir Penafiel CX #2 - Capela

Uma semana após Santiago de Sub-Arrifana, disputou-se na Freguesia de Capela, a segunda prova do Open Sentir Penafiel em Ciclocross.

Tal como em 2015, o Parque de Merendas serviu de cenário para o circuito, que este ano apresentou algumas pequenas alterações que o tornaram um pouco mais fluido em relação à primeira edição.

Manhã fria, com a rondar os 2-3 graus, mas que depois subiram um pouco, conforme o sol foi aparecendo.
Na corrida de Master 30 alinharam cerca de 30 atletas, confirmando os inidicios de crescimento que esta vertente vai demonstrando.
Dada a partida e quem de imediato assumiu a frente do pelotão foi o Godofredo Lobo (Vasconha BTT Vouzela), seguido do Ruben Nunes. Eu seguia um pouco mais atrás, encostando na frente de corrida na segunda metade da primeira volta, até que o Ruben assumiu a liderança e eu a perseguição.
A vantagem dele julgo que nunca ultrapassou os 30 segundos durante a corrida, mas nunca consegui fechar o espaço e assim ele venceu e eu cortei a linha de meta em segundo.
No terceiro lugar ficou o Manuel Lopes, que chegou a rodar a poucos segundos de mim, abrindo depois a distancia nas ultimas duas voltas.

Feitas as contas, mantenho a liderança na categoria Master 30 deste Open, quando falta a disputa de uma corrida.

Mais uma vez a malta amiga e conhecida esteve em grande no apoio. Obrigado a todos pelas palavras de incentivo.

Na próxima semana seguimos rumo a Vouzela, para a primeira corrida da Taça de Portugal.

Galeria de Fotos

Classificação Master 30



terça-feira, 1 de novembro de 2016

XVI Trofeo de Ciclocross Concello de Santiago

Depois da dupla jornada de arranque em Naron e Ferrol, a Copa Galicia de Ciclocross prosseguiu com a terceira prova em Santiago de Compostela.

O dia amanheceu cinzento e com ameaça de chuva, que por alguns momentos ainda se sentiu antes da corrida, mas o sol acabou por aparecer sobre o traçado muito "revirado" que percorria a envolvente do Estádio de San Lazaro.

Acabei por fazer uma corrida atipica, sempre sem encontrar o ritmo e sem conseguir seguir com a frente do grupo até que já na ultima volta cometi um erro ao passar as tábuas. Bati com a bicicleta numa das pranchas e a corrente ficou presa da pedaleira. Com isso perdi tempo e posições, caindo para o 11º lugar em que terminei.

Segue-se agora um interregno nas paticipações nesta Copa Galega para alinhar na segunda prova do Open Sentir Penafiel e uma semana depois no arranque da Taça de Portugal em Vouzela.

Galeria de Fotos

Classificação Master 30



domingo, 30 de outubro de 2016

Open Sentir Penafiel CX #1 - Santiago de Subarrifana

A edição 2016 do Open Sentir Penafiel em Ciclocross arrancou em Santiago de Subarrifana, num dia que se apresentou com sol e até algum calor.
O circuito localizado no Parque de Lazer situado nas margens do Rio Sousa, era idêntico ao do ano passado, apresentando ligeiras alterações face à primeira edição deste Open.

Foi também a jornada inaugural da época de Ciclocross no nosso país e contou com uma boa adesão de atletas e equipas, sendo de registar a continuidade de aumento de participantes nesta vertente que já se vem registando desde há alguns anos, o que é excelente.

Entre os Master 30 alinhamos quase trinta "ciclocrossistas", vinte e sete mais exactamente, e tivemos pela frente cinco voltas ao percurso.

Julgo que terá sido uma das categorias mais equilibradas do dia, com andamentos bastante idênticos entre os participantes a causar incerteza até final quanto aos primeiros lugares.
Senti-me bem durante a prova e acabei por ter a felicidade de vencer novamente em Santiago, repetindo o resultado de 2015, o que obviamente me deixou bastante constante, depois de uma bonita luta com o Campeão Nacional Rúben Nunes, que acabaria por ser ultrapassado pelo colega de equipa Manuel Lopes, já nos metros finais da prova, ficando assim completos os lugares do pódio.

Julgo que foi uma jornada positiva de Ciclocross, quer a nível de participação, quer a nível de publico que aderiu à prova e acho que só teremos que agradecer ao Renato Gaspar e ao Penafiel Bike Clube por dar continuidade a este Open Sentir Penafiel em Ciclocross, que terá a segunda de três provas, no dia 6 de Novembro na freguesia de Capela.

A nível pessoal, obrigado ao José Dias "3D" pela ajuda nas boxes e a todos aqueles que estiveram lá a apoiar e a puxar por mim! De facto foi emocionante poder contar com todo o vosso apoio!


Classificação Master 30

 

domingo, 23 de outubro de 2016

Arranque da temporada de Ciclocross com jornada dupla na Galiza

E finalmente chegou a temporada de Ciclocross, logo com jornada dupla no arranque da Copa Galicia de Ciclocross 2016-2017.

Foto - Luz Iglesias
Na tarde de sábado disputou-se o 1º Ciclocross Cidade de Narón, num circuito desenhado na zona do Poligono Rio de Pozo, onde, apesar de ainda ter ameçado, a chuva nâo apareceu, deixando a pista com piso muito compacto, que proporcionou boas velocidades, mas os ressaltos no terreno também deixavam mossas.

Arranquei bastante bem e ainda andei na quarta posição mas acho que nunca encontrei o meu ritmo e acabei por perder três posições até ao final da corrida, fechando em sétimo.

A vitória sorriu ao Luciano Carretero do CC Cambre-Renault Caeiro, que foi acompanhado no pódio pelo colega de equipa Andrés Calvete e por Juan Jose Chapela do Morrazo.

Com a chuva a cair durante a noite, o 4º Trofeo de Ferrol-Club de Campo, disputou-se num circuito a apresentar condições muito diferentes do anterior, com piso enlameado e bastante escorregadio e ainda alguns topos mais duros.

Foto - Luz Iglesias
Parti mal. Não consegui encaixar bem os sapatos nos pedais e "fiquei pregado" no arranque, caindo para perto da cauda do pelotão.
A parti daî, o objectivo era tentar chegar o mais à frente possível e foi o que fui fazendo até chegar à luta pelo pódio a duas voltas do final.
Durante a corrida ainda caiu um aguaceiro forte, mudando um pouco a aderência mas consegui apanhar o Juan Bello na entrada da ultima volta e passei a ocupar a terceira posição, dando depois tudo para manter o lugar e assim alcançar o meu terceiro pódio por terras galegas.

Foto: Paulo Soares
Nas duas primeiras posições voltaram a ficar os dois colegas de equipa do CC Cambre, mas com a vitória a sorrir desta vez ao Andrés Calvete, que foi seguido pelo Luciano Carretero. Eu cheguei a sete segundos do segundo lugar e a 42 do vencedor.

Foi um óptimo fim de semana, onde reencontrei alguma malta conhecida.
Obrigado aos companheiros de aventura, António Moreira, Paulo Soares e António Sousa, que também alcançaram boas prestações nas duas corridas. São dias como estes que passamos que vamos sempre recordar.

Entretanto para a semana arranca a temporada de Ciclocross em Portugal, com a primeira das très provas do Open Sentir Penafiel a ser disputada no parque de lazer de Santiago de Subarrifana, junto à antiga passagem de nível, na manhã do próximo domingo.

Galeria de Fotos Narón

Galeria de fotos Ferrol

Clssificação Narón


Classificação Ferrol



sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Taça Regional Porto XCM #5 - Maratona Rosa do Adro

Este fim de semana regressa a Taça Regional da Associção de Ciclismo do Porto de XCM, com a quinta e penúltima prova a disputar-se em Sanguedo, Santa Maria da Feira.


domingo, 18 de setembro de 2016

Taça Portugal XCO #6 - Oliveira de Azeméis: A ultima da temporada

Oliveira de Azeméis voltou a ser palco da corrida de encerramento da Taça de Portugal de XCO, a sexta da temporada que agora chegou ao fim.
O bom tempo marcou presença  e o circuito apresentou-se bastante compacto e as chuvas que caíram durante a semana ajudaram nesse aspecto.

Como sempre, a corrida foi disputada a alta velocidade, mas da minha parte foi uma luta com a bicicleta de principio ao fim. O terreno rápido e irregular estava constantemente a fazer saltar a corrente do prato da pedaleira, obrigado a várias paragens e nem uma volta limpa...  Apesar de tudo deu para terminar na 13ª posição.

Parabens ao Ruben Nunes pela vitória, que lhe deu também o triunfo na Taça. Quanto a mim, finalizo a Taça na mesma posção que terminei a corrida, 13º.

Obrigado a todos pelo apoio e à minha equipa Rompe Trilhos e patrocinadores pela possibilidade de disputar mais uma Taça de Portugal na sua totalidade.

Galeria de fotos

Classificação Master 30



Ranking Final Taça de Portugal XCO 2016 - Master 30



                                                                                                  

sábado, 3 de setembro de 2016

Taça Regional do Porto XCO #6 - Penafiel

Marecos, Penafiel, recebeu a sexta e última prova pontuável para a Taça Regional de XCO da Associação de Ciclismo do Porto, numa quente tarde de sábado.

O circuito, desenhado nas encostas circundantes ao campo de jogos de Marecos, ficou marcado pelas exigência técnicas e fisicas, mas com uma imagem envolvente de desolação, devido ao grande incêndio que queimou toda a zona florestal por onde passavam os trilhos, situação que julgo, não ensombrou em nada o grande trabalho do Penafiel Bike Clube nesta sua estreia na organização de um XCO, depois da experiência no ano passado no Open Sentri Penafiel em Ciclocross.

A nivel pessoal, a temporada de XCO regional ficou afectada pela ausência em duas das seis provas (Matosinhos e Lordelo) e de seguida um abandono em Guilhabreu, pelo que um bom resultado final seria muito difícil. Assim, em Marecos alinhei sem qualquer tipo de pressão em relação a resultados, procurando fazer uma corrida tranquila, procurando claro o melhor resultado possível.

A partida foi algo frenética, toda a gente queria entrar bem na longa e dura subida e eu fui dos ultimos a entrar lá.
Entretanto fui encontrando o meu ritmo e ao longo das voltas subindo algumas posições. Terminei na nona posição e fecho o ranking em 11º.

Obrigado à equipa Rompe Trilhos - APCar, patrocinadores e staff, por todo o apoio.
Classificação Master 30


Ranking Final Taça Regional XCO AC Porto 2016


domingo, 28 de agosto de 2016

2º Grande Prémio Ribeiro da Silva

Pelo segundo ano consecutivo Lordelo recebeu o Grande Prémio Ribeiro da Silva, um evento que presta homenagem aquele grande ciclista paredense.
No programa deste circuito estavam duas corridas distintas: a primeira em formato de prova aberta, para qualquer tipo de participante e a segunda destinada aos ciclistas profissionais Elite e Sub-23.

Não tinha esta prova prevista no meu calendário, mas o "bichinho" da Estrada falou mais alto e como as oportunidades de correr nesta vertente aqui na nossa zona são muito poucas, não quis perder esta.

A prova foi disputada em formato de circuito, que contava com cerca de 2km de extensão, este ano alterado face à edição anterior, apresentando-se agora mais duro, com duas subidas curtas, mas bastante inclinadas a causarem mossa no pelotão á medida que as voltas iam passando.

Dada a partida, de imediato a corrida passou para uma velocidade estonteante, começando a ser feita uma selecção desde cedo na frente.
Ainda andei por lá até uma altura em que rodávamos dez elementos isolados na frente, mas acabei por perder o contacto com o grupo e a partir daí foi sofrer para entar aguentar até ao final das 15 voltas sem ser dobrado.

Foi uma tarefa complicada, mas consegui completar a prova e isso deixou-me bastante satizfeito.

Foi assim mais uma tarde bem passada. Obrigado a todos e todas pelo apoio durante a prova.

Agora regresso ao BTT, para a ultima prova da Taça Regional do Porto de XCO, já no próximo sábado, em Marecos, Penafiel.

Galeria de Fotos

Classificação:


domingo, 14 de agosto de 2016

Vila do Conde Peneda Gerês Extreme 2016 - Mais uma aventura épica

Pelo segundo ano consecutivo participei no Vila do Conde Peneda Gerês Extreme. Uma grande aventura por etapas que nos leva desde o litroal até ás montanhas e nos trás de novo até à costa, isto em três espectaculares dias, com paisagens e sítios brutais.

Organizada em conjunto pelos clubes de Vila do Conde, Rompe Trilhos, Casa do Povo de Retorta e União Ciclista de Vila do Conde, com o apoio Câmara Municipal, esta prova disputa-se em equipas de dois elementos e eu tal como em 2015, voltei a ter a companhia do amigo Hugo Ferreira, desta vez para tentar terminar, coisa que não foi possivel na nossa estreia.

Desta vez tudo correu pelo melhor. Divertimo-nos bastante ao longo dos três dias de prova e até conseguimos um andamento interessante em certas alturas.

Foi uma aventura épica, acima de tudo marcada pelo enorme ambiente de convivio com toda a malta.
Foi espectacular regressar a Vila do Conde, depois de tantas horas em cima da bicicleta e muitos momentos para recordar.

Claro que não posso deixar de agradecer á minha equipa Rompe Trilhos - APCar pela possibiidade de estar presente e a todo o staff pelo incansável apoio para que nada nos faltasse em qualquer altura.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Circuito Festas de Lousada - Campeonato Regional de Estrada AC Porto

Mantendo a tradição, a Comissão das Grandiosas Festas em Honra do Sr. Dos Aflitos, em Lousada, em colaboração com a  Associação de Ciclismo do Porto, colocaram na estrada mais um Grande Prémio de Ciclismo nas ruas lousadenses, sendo novamente a prova de atribuição dos títulos de campeões regionais nas categorias de Masters.

Este ano a organização decidiu colocar em prova as diferentes categorias separadas em corridas diferentes, ou seja, Cadetes e Juniores na primeira, Masters na segunda e finalmente Sub-23 na terceira, decisão de apludir na minha opinião, mas que pecou pela falta de divulgação antecipada, o que acabou por deixar de fora pelo menos alguns atletas Masters, que não chegaram a tempo da partida...

Tomei a decisão de participar a poucos dias da prova. A época já ia bastante longa e o natural cansaço já vinha causando moça, mas sendo tão perto de casa não quis perder a oportunidade de pelo menos divertir-me um pouco e correr mais uma vez na Estrada, pois são escassas estas provas na nossa zona para a categoria Master.

Quanto à corrida em si, esta acabou por ser bastante calma. O pelotão era curto e não houve muitos ataques.
Durante as dez voltas procurei manter-me no grupo e ajudar no que pudesse o colega de equipa Miguel Moura, que corria "em casa" e dessa forma o objectivo era tentar fazer com que ele estivesse na discussão final. Assim foi, mas na entrada para a derradeira viragem antes da meta, o Miguel "embrulhou-se" com outro atleta e não conseguiu ir ao sprint pela vitória. Vindo um pouco atrás e ao ver aquela situação, tentei a minha sorte, apesar de já ir algo atrasado, mas como o lado da estrada onde me encontrava estava livre, sem ninguém pela frente, dei tudo no sprint, passei três atletas e cortei o risco de meta em terceiro lugar geral e sem saber, ganhei a prova dos Master 30.

Foi das vitórias mais inesperadas que algum dia alcancei.

Correr este circuito em Lousada é sempre bastante especial, pois está sempre muita gente amiga e conhecida a assistir, o que é muito motivador e é a todos eles que também dedico esta vitória, além dos habituais apoios da equipa e patrocinadores.

A finalizar, deixo o "pedido/sugestão" para a realização de mais provas de Estrada para os Masters dentro do calendário da AC Porto, por exemplo junto com as provas que já existem para os Cadetes e Juniores, pois estou certo que existiriam participantes para as mesmas, sendo por exemplo uma boa forma de ajudar na sustentabilidade das provas da formação, a cobrança de uma taxa de inscrição para os Masters, isto, claro, respeitando valores aceitáveis como é natural. Fica a sugestão.

domingo, 24 de julho de 2016

Campeonato Nacional XCO 2016 - Jamor

Após uma longa ausência, o XCO regressou ao Jamor. Um regresso logo com a mais importante corrida da temporada para esta vertente, o Campeonato Nacional.

Foto: Ana Paula Almeida
Para o evento, foi criado de raíz um circuito, que agora será permanente, com cerca de 4,2km de extensão e mais de 200 metros de acumulado de subidas por volta, sendo portanto um dos mais duros circuitos que encontramos pela frente nos últimos tempos, marcado por algumas zonas onde a diversão na condução da bicicleta era grande.

Reconhecimento feito na tarde de sábado e corrida ás 9h da manhã de domingo, já com os termómetros a aproximarem-se dos trinta graus.
Procurei fazer uma partida controlada, pois as sensações físicas nos dias anteriores não vinham sendo as melhores e sabendo que seria uma corrida dura, tentei resguardar-me um pouco, até que à segunda volta uma queda não veio ajudar ás fracas sensações que já ia tendo nessa altura e acabei por encostar, algo desapontado comigo mesmo, mas naquela altura foi a decisão que tomei.

Foto: Ana Paula Almeida
Parabéns aos novos Campeões Nacionais, especialmente ao Rúben Nunes, novo campeão da minha categoria, que assim juntou o título de XCO ao de Ciclocross conquistado em Janeiro.

Um agradecimento à minha equipa e patrocinadores pelo incansável apoio e agora resta-me fazer o que estiver ao meu alcance para melhorar a condição actual.
Obrigado a tod@s aqueles também que iam puxando por mim ao longo do circuito e aqueles que o fizeram também à distância.

Segue-se agora a participação na prova de BTT por etapas, Vila do Conde Peneda Gerês Extreme, entre 13 e 15 de Agosto, em dupla com o amigo Hugo Ferreira.

Galeria de fotos

Classificação Master 30



domingo, 17 de julho de 2016

Taça Regional do Porto XCM #4 - Lagares

A 8ª Maratona Amigos do Pedal, em Lagares, Penafiel, foi a quarta prova da Taça Regional do Porto de XCM.

Pela frente tivemos um percurso com cerca de 60km de extensão, que percorreu as serras da zona de Lagares, Capela, Sobreira e Recarei, com os seus tradicionais pisos duros, com muita pedra.

As altas temperaturas foram também um importante factor nesta prova e talvez aquele que mais me afectou. Fiz os últimos cerca de 15 km em franca quebra e isso resultou num décimo lugar final na minha categoria. Julgo ser capaz de fazer melhor, mas os erros pagam-se, e neste caso espero ter tirado a lição para não voltar a fazer o mesmo numa próxima.

Apesar de tudo. mais importante foi mesmo o facto de a nossa equipa ter conseguido uma fantástica vitória colectiva!
Parabéns ao Miguel Moura pela vitória e ao Daniel Bastos e António Passos pelos pódios. Vocês são umas máquinas!

Obrigado ao nosso staff Cristina Sousa, Clara Moura e Hugo Ferreira pelos abastecimentos e a tod@s pelo apoio.

Agora siga para o Campeonato Nacional de XCO, no próximo fim de semana no Jamor.

sábado, 2 de julho de 2016

Taça Regional Porto XCO #5 - Guilhabreu

Depois das ausências em Lordelo e Matosinhos, por estar a participar na Volta ao Faial e Pico, regresso este fim de semana ao Regional do Porto de XCO,  que cumpre a quinta prova do calendário em Guilhabreu, Vila do Conde.

Será um domingo repleto de actividade naquela freguesia de Vila do Conde, com a prova pontuável para o Campeonato concelhio a decorrer durante a manhã, para depois, durante a tarde se disputar a prova da Taça Regional.