domingo, 28 de agosto de 2016

2º Grande Prémio Ribeiro da Silva

Pelo segundo ano consecutivo Lordelo recebeu o Grande Prémio Ribeiro da Silva, um evento que presta homenagem aquele grande ciclista paredense.
No programa deste circuito estavam duas corridas distintas: a primeira em formato de prova aberta, para qualquer tipo de participante e a segunda destinada aos ciclistas profissionais Elite e Sub-23.

Não tinha esta prova prevista no meu calendário, mas o "bichinho" da Estrada falou mais alto e como as oportunidades de correr nesta vertente aqui na nossa zona são muito poucas, não quis perder esta.

A prova foi disputada em formato de circuito, que contava com cerca de 2km de extensão, este ano alterado face à edição anterior, apresentando-se agora mais duro, com duas subidas curtas, mas bastante inclinadas a causarem mossa no pelotão á medida que as voltas iam passando.

Dada a partida, de imediato a corrida passou para uma velocidade estonteante, começando a ser feita uma selecção desde cedo na frente.
Ainda andei por lá até uma altura em que rodávamos dez elementos isolados na frente, mas acabei por perder o contacto com o grupo e a partir daí foi sofrer para entar aguentar até ao final das 15 voltas sem ser dobrado.

Foi uma tarefa complicada, mas consegui completar a prova e isso deixou-me bastante satizfeito.

Foi assim mais uma tarde bem passada. Obrigado a todos e todas pelo apoio durante a prova.

Agora regresso ao BTT, para a ultima prova da Taça Regional do Porto de XCO, já no próximo sábado, em Marecos, Penafiel.

Galeria de Fotos

Classificação:


domingo, 14 de agosto de 2016

Vila do Conde Peneda Gerês Extreme 2016 - Mais uma aventura épica

Pelo segundo ano consecutivo participei no Vila do Conde Peneda Gerês Extreme. Uma grande aventura por etapas que nos leva desde o litroal até ás montanhas e nos trás de novo até à costa, isto em três espectaculares dias, com paisagens e sítios brutais.

Organizada em conjunto pelos clubes de Vila do Conde, Rompe Trilhos, Casa do Povo de Retorta e União Ciclista de Vila do Conde, com o apoio Câmara Municipal, esta prova disputa-se em equipas de dois elementos e eu tal como em 2015, voltei a ter a companhia do amigo Hugo Ferreira, desta vez para tentar terminar, coisa que não foi possivel na nossa estreia.

Desta vez tudo correu pelo melhor. Divertimo-nos bastante ao longo dos três dias de prova e até conseguimos um andamento interessante em certas alturas.

Foi uma aventura épica, acima de tudo marcada pelo enorme ambiente de convivio com toda a malta.
Foi espectacular regressar a Vila do Conde, depois de tantas horas em cima da bicicleta e muitos momentos para recordar.

Claro que não posso deixar de agradecer á minha equipa Rompe Trilhos - APCar pela possibiidade de estar presente e a todo o staff pelo incansável apoio para que nada nos faltasse em qualquer altura.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Circuito Festas de Lousada - Campeonato Regional de Estrada AC Porto

Mantendo a tradição, a Comissão das Grandiosas Festas em Honra do Sr. Dos Aflitos, em Lousada, em colaboração com a  Associação de Ciclismo do Porto, colocaram na estrada mais um Grande Prémio de Ciclismo nas ruas lousadenses, sendo novamente a prova de atribuição dos títulos de campeões regionais nas categorias de Masters.

Este ano a organização decidiu colocar em prova as diferentes categorias separadas em corridas diferentes, ou seja, Cadetes e Juniores na primeira, Masters na segunda e finalmente Sub-23 na terceira, decisão de apludir na minha opinião, mas que pecou pela falta de divulgação antecipada, o que acabou por deixar de fora pelo menos alguns atletas Masters, que não chegaram a tempo da partida...

Tomei a decisão de participar a poucos dias da prova. A época já ia bastante longa e o natural cansaço já vinha causando moça, mas sendo tão perto de casa não quis perder a oportunidade de pelo menos divertir-me um pouco e correr mais uma vez na Estrada, pois são escassas estas provas na nossa zona para a categoria Master.

Quanto à corrida em si, esta acabou por ser bastante calma. O pelotão era curto e não houve muitos ataques.
Durante as dez voltas procurei manter-me no grupo e ajudar no que pudesse o colega de equipa Miguel Moura, que corria "em casa" e dessa forma o objectivo era tentar fazer com que ele estivesse na discussão final. Assim foi, mas na entrada para a derradeira viragem antes da meta, o Miguel "embrulhou-se" com outro atleta e não conseguiu ir ao sprint pela vitória. Vindo um pouco atrás e ao ver aquela situação, tentei a minha sorte, apesar de já ir algo atrasado, mas como o lado da estrada onde me encontrava estava livre, sem ninguém pela frente, dei tudo no sprint, passei três atletas e cortei o risco de meta em terceiro lugar geral e sem saber, ganhei a prova dos Master 30.

Foi das vitórias mais inesperadas que algum dia alcancei.

Correr este circuito em Lousada é sempre bastante especial, pois está sempre muita gente amiga e conhecida a assistir, o que é muito motivador e é a todos eles que também dedico esta vitória, além dos habituais apoios da equipa e patrocinadores.

A finalizar, deixo o "pedido/sugestão" para a realização de mais provas de Estrada para os Masters dentro do calendário da AC Porto, por exemplo junto com as provas que já existem para os Cadetes e Juniores, pois estou certo que existiriam participantes para as mesmas, sendo por exemplo uma boa forma de ajudar na sustentabilidade das provas da formação, a cobrança de uma taxa de inscrição para os Masters, isto, claro, respeitando valores aceitáveis como é natural. Fica a sugestão.