sexta-feira, 24 de julho de 2015

1º BTT Challenger no Românico

Amanhã é dia de BTT Challenger no Românico, uma oportunidade de pedalar por trilhos perto de casa, num evento em que alinharei em dupla, com o colega de equipa Marco Paço.

Serão 78km de percurso em autonomia, com passagem por alguns monumentos de relevância na Rota do Românico, com partida e chagada no Parque de Lazer de Vilar.

Mais informações sobre o evento em: www.haaventuras.com







Mapa do Percurso:

Altimetria:


domingo, 19 de julho de 2015

Campeonato Ibérico de Masters (Estrada) - Vila Pouca de Aguiar

Vila Pouca de Aguiar recebeu a segunda edição do Campeonato Ibérico de Masters, na vertente de estrada, depois da edição inaugural no ano passado disputada no sul de Espanha.

Foto: Alfredo Briga
Sendo uma prova disputada relativamente perto, desde que soube da sua realização que a coloquei no meu calendário, não tanto com objectivos classificativos em concreto, pois sei perfeitamente que o tipo de preparação que tenho não será o mais indicado para este tipo de corridas, mas sim pelo prazer que também me dá correr na Estrada. Gostava de o poder fazer mais vezes, mas como a disponibilidade de tempo não chega para tudo e mesmo assim por vezes ainda tenho de passar por algumas "aventuras" para conseguir estar à partida nas corridas...

Este Campeonato Ibérico foi disputado num circuito com quase 20km de extensão, percurso que já conhecia praticamente na sua totalidade, pois já havia ali corrido o Campeonato Nacional em 2013, marcado essencialmente por uma subida com cerca de 5km à média de 6% de inclinação, mas com algumas partes bem mais durinhas, pois apanhamos alguns "planos" a meio, à qual se segue uma longa e rápida descida, mas que tem de ser feita sempre a pedalar, não havendo por isso muito espaço para "respirar", até porque o pelotão Master não facilita e a corrida vai sempre lançada!

Foto: Alfredo Briga
Logo na primeira volta foi feita uma primeira selecção na primeira passagem pela subida. Consegui manter-me com o grupo da frente, que logo nessa altura ficou reduzido a uns 30 ou 35 elementos.
Na volta seguinte, novos ataques durante a subida voltaram a causar mais mossa nesse grupo e eu fui um dos que não consegui acompanhar o ritmo que estava a ser imposto e com receio de não conseguir terminar a prova, pois nessa altura ainda faltavam quatro voltas, acabei por procurar um andamento mais confortável, num grupo de quatro elementos que acabamos por formar e com o qual rodei até ao final das seis voltas e 118km que compuseram esta prova.

Foto: Alfredo Briga
Objectivo de terminar a corrida cumprido, apesar do tempo perdido para o vencedor em Master 35, Nuno Inácio, que chegou com cerca de 17 minutos de avanço para o nosso grupo, talvez até nem tenha sido uma má prova, pois rodamos quatro voltas num grupo de apenas quatro elementos, que passou a 5 apenas na ultima volta, com as naturais fraquezas face a um pelotão mais numeroso que seguia na frente de corrida.
Contas feitas, terminei em nono, com o mesmo tempo do oitavo. Não foi mau :)

Resta-me agradecer ao António Moreira pela cedência da sua Pinarello (grande máquina mesmo amigo), ao António Mesquita "MoscaBravo" pelo sapatos e à Paula pelos abastecimentos.

Se tudo correr bem, na próxima segunda feira alinho no Circuito das Festas de Lousada, sendo essa a derradeira prova de estrada prevista para esta temporada, mas antes há o BTT Challenge no Românico, já no próximo sábado.

Galeria de fotos

Classificação Master 35



domingo, 12 de julho de 2015

Campeonato Nacional de XCO 2015 - Loulé: 12º classificado

Foto: António Alves
Este ano rumamos até ao sul de Portugal, para a disputa do Campeonato Nacional de XCO 2015, em Loulé. 
Em plena época de verão, esperava-nos o tradicional calor algarvio e um circuito bastante completo desenhado pelo BTT Loulé, o organizador desta prova.

Depois dos problemas de saúde nas semanas anteriores a esta prova, não fazia sentido colocar demasiados objectivos em termos de resultados para esta prova. Apesar de já me sentir bem melhor que em Ribeira de Pena, sabia também que a forma física entretanto havia-se degradado bastante.

Foto: Eduardo Campos
Dada a partida, a primeira volta foi atacada por toda a gente a um ritmo que não consegui acompanhar e perdi bastante tempo aí. Depois encontrei o meu ritmo e nas voltas seguintes ainda recuperei alguns lugares na classificação.
Foram cinco duras voltas, com o calor a fazer-se sentir principalmente nas duas ultimas, mas deu para terminar a corrida, desta vez em 12º. Não deu para melhorar o 9º lugar do ano passado, mas regressei a casa com a sensação de que dei tudo o que tinha em pista e quando assim é só nos resta continuar a tentar melhorar no futuro.

Só tenho de agradecer a tod@s aquel@s que tornam isto possível: família, equipa Rompe Trilhos e seus patrocinadores, amigos e patrocinadores pessoais. A todos muito obrigado.

A temporada está a terminar, mas antes ainda há mais algumas corridas para disputar e sobretudo tentar passar bons momentos.

Galeria de Fotos

Classificação Master 30:


Classificações completas

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Campeonato Nacional XCO 2015 - Loulé

Loulé é a localidade que, já este fim de semana, acolhe o Campeonato Nacional de XCO 2015.

A organização está a cargo do Clube BTT Terra de Loulé, que preparou um percurso com cerca de 4km de extensão, marcado por um piso duro, seco e pedregoso, segundo consta no Guia Técnico do evento.

Lá estarei para dar o meu melhor, em conjunto com os colegas da equipa Rompe Trilhos.

Como vem sendo habitual, alinho na primeira corrida do dia, com tiro de partida agendado para as 9h da manhã de domingo.


Programa: 12 Julho - Domingo 

07h00 Abertura do Secretariado 
08h00 Encerramento da confirmação das inscrições 
08h45 Chamada da Corrida 1 
09h00 Partida da Corrida 1 (Cadetes Masc. Master 30, 40, 50 Paraciclismo Masc.)
10h45 Chamada da Corrida 2 
11h00 Partida da Corrida 2 (Juniores Masc. e Todas as Categorias Femininas)
14h55 Chamada da Corrida 3 
14h30 Partida da Corrida 3 (Elite e Sub-23 Masc.)


Mapa Circuito

domingo, 21 de junho de 2015

Taça de Portugal XCO #4 - Ribeira de Pena: DNF

Não há muito a contar sobre a minha participação na quarta prova da Taça de Portugal de XCO que se realizou em Ribeira de Pena...

Foto: Eduardo Campos
Na sequência do frio que apanhei na participação no GerêsMédiofondo trouxe de lá uma constipação, que se veio juntar a outros problemas de saúde que já vinha sentindo... A semana não foi fácil e assim no domingo, ainda durante a primeira volta da corrida senti que o corpo não estava preparado para a exigência de uma prova daquelas e resolvi parar.

Já não me recordo sem ir pesquisar do meu ultimo abandono, mas desta vez acho que tomei a melhor opção...

Agora há que recuperar a saúde e preparar da melhor forma possível as próximas provas.

Gostava no entanto de louvar o trabalho da organização da prova, pois apresentou-nos um circuito bem interessante, que se no próximo ano voltarmos a visitar, estará seguramente ainda mais espectacular, pois o piso estará mais compacto.
O parque em si é igualmente na minha opinião um óptimo local para a realização deste tipo de provas, pois espaço é coisa que não falta por lá.

Obrigado equipa Rompe Trilhos e a tod@s pelo apoio.


Classificação Master 30

sábado, 20 de junho de 2015

Taça de Portugal XCO #4 - Ribeira de Pena

Após alguns anos de ausência, Ribeira de Pena regressa ao calendário da Taça de Portugal de XCO, que este fim de semana ruma assim até Trás-os-Montes, para ali cumprir a quarta prova da temporada.

Organizada pala Associação Pena Atitude, esta prova apresenta um traçado com cerca de 4500m de extensão, desenhado na envolvente do Pena Aventura, em Lamelas.

Para além das naturais dificuldades, da prova em si, o calor previsto para o fim de semana deverá ser outro factor importante a ter em conta.


Programa: 21 Junho - Domingo 

07h00 Abertura do Secretariado 
08h00 Encerramento da confirmação das inscrições 
08h45 Chamada da Corrida 1 
09h00 Partida da Corrida 1 (Cadetes Masc. Master 30, 40, 50 Paraciclismo Masc e Promoção)
10h45 Chamada da Corrida 2 
11h00 Partida da Corrida 2 (Juniores Masc. e Todas as Categorias Femininas)
14h55 Chamada da Corrida 3 
14h30 Partida da Corrida 3 (Elite e Sub-23 Masc.)


domingo, 14 de junho de 2015

Gerês Médiofondo 2015

Depois do Douro no passado mês de Maio, seguiu-se o Gerês Granfondo, mais uma oportunidade para rolar na estrada e "descobrir" sitios por onde nunca pedalei.

Subida da Pedra Bela - Foto: Miro Cerqueira
Desta vez e novamente com a chuva a surgir no fim de semana do evento, optei pelo percurso do Médiofondo, que contou com cerca de 90km de extensão, sendo a sua maioria em território do Parque Natural da Peneda-Gerês, com as suas belas paisagens, mas que devido ao nevoeiro em algumas zonas, não deu para contemplar na sua plenitude.

Parti calmo, pois o objectivo não era discutir qualquer resultado, mas sim fazer um bom treino, em boa companhia e assim foi.

Foto: Eduardo Campos
93km e cerca de 3h20m depois estava de regresso à Vila do Gerês (o que deu em 125º à geral e 62º Master 30) satisfeito com o nível do evento, pois sem duvida que a nível organizativo, os responsáveis por esta prova são do melhor que temos cá por Portugal.

Agora, regresso ao BTT já no próximo fim de semana, para disputar a quarta prova da Taça de Portugal de XCO, em Ribeira de Pena.

quarta-feira, 10 de junho de 2015

XCO Cup SRAM BMC #3 - Folgosa - Campeonato Regional XCO

Com um nível organizativo bem elevado, apenas manchado (novamente) pelos atrasos no inicio das provas, Folgosa recebeu a terceira prova da XCO Cup SRAM BMC, evento que alem de pontuar para a Taça Regional da modalidade, foi também Campeonato Regional, servindo para atribuir os títulos de Campeão Regional.

Depois do reconhecimento feito no dia anterior a prova fiquei com boas impressões do circuito, cuja base já conhecia do ano passado e que este ano, com algumas alterações, ficou um pouco mais duro em termos de subidas.

Quanto à corrida, infelizmente não há muitos contar da minha parte, pois ainda não tínhamos percorridos os primeiros 500 metros de prova e surge um furo na roda traseira da minha bicicleta, que me levou a fazer praticamente toda a restante volta inicial a correr com a bike à mão... Perdi assim muito tempo.
Nessa altura seria mais fácil desistir, mas a minha equipa e toda a gente que me apoia não merecia isso e assim não baixei os braços e continuei a dar tudo o que tinha para dar em pista. Ainda recuperei algumas posições e acabei a prova em 18°. Não é de longe o resultado que ambicionava, mas foi o possível, e só tenho que agradecer o apoio de todos, a cedência da roda traseira por parte do colega de Alfredo Gomes e a ajuda mecânica dos amigos que estavam na assistência.

Os meus parabéns ao Amigo Miguel Moura, novo Campeão Regional. Tu mereces amigo!

Já no próximo fim de semana regresso á estrada, para participar no Gerês Granfondo, mas sobre isso falarei mais tarde :)