domingo, 11 de outubro de 2020

Campeonato Nacional XCM - Condeixa


Em tempos de pandemia e com o calendário nacional de XCM praticamente todo cancelado, sobrou a prova principal da temporada de Maratonas, o Campeonato Nacional, que manteve a sua sede inicialmente prevista, com Condeixa a acolher a prova, com partida e chegada junto ás Ruínas de Conímbriga.

Com todas as limitações impostas pelas autoridades para darem aval de autorização à realização da prova, esta acabou por ter de ser disputada num formato de circuito, com um percurso de cerca de trinta e cinco quilómetros, desenhado pelos Blackbulls pelos trilhos da serra do Sicó, que teria de ser percorrido por três vezes, totalizando cerca de 105km de extensão de prova, com uns respeitáveis 3300 metros de desnível acumulado de subida.


Na categoria de Master 40 alinhamos mais de sessenta corredores, com um forte lote de candidatos ás medalhas.
A corrida começou com um ritmo forte logo desde o arranque e na primeira subida mais dura o grande grupo ficou de imediato muito fraccionado devido ao forte ataque lançado pelo Nuno Inácio (Individual) que se viria a afirmar como grande dominador da prova, liderando de principio ao final e aumentando sempre a diferença para quem perseguia, para se sagrar Campeão Nacional após 4h46m de prova.
Na segunda posição, alcançando a medalha de prata, chegou o Tiago Lopes (Vasconha BTT Vouzela) e o António Pinto (SPAC BTT) ficou com a medalha de bronze.


Quanto à minha prova, desta vez a "estrelinha da sorte" esteve algo afastada... Logo com cerca de seis quilómetros percorridos tive um furo na roda traseira e assim andei cerca de quinze até à primeira Zona de Abastecimento, onde troquei de roda e retomei o andamento.
Aos poucos fui recuperando posições, mas na volta seguinte e com cerca de 50km de prova percorridos, um rasgo noutro pneu fez-me colocar um ponto final na minha participação.

Apesar de tudo, os meus parabéns para a organização, que desenhou um percurso, que além de ser exigente era também extremamente divertido e com passagem por locais bem interessantes!

Obrigado à equipa Rompe Trilhos - ajpcar e ao nosso espectacular staff por todo o apoio!


Classificação Master 40  




quinta-feira, 8 de outubro de 2020

Próxima corrida: Campeonato Nacional XCM - Condeixa

 


Local:
Ruínas de Conímbriga
GPS: N40ª05.973 W008º29.398

Percurso:
Extensão: 105km (3300 D+) - 3 voltas




Zonas Abastecimento (km aprox.):
ZA 1 - Km 20 - Casmilo
ZA 2 - Km 35 - Ruínas de Conímbriga
ZA 3 - Km 55 - Casmilo
ZA 4 - Km 70 - Ruínas de Conímbriga
ZA 5 - Km 90 - Casmilo

Programa:


sábado, 26 de setembro de 2020

Campeonato Nacional XCO - Anadia


A pista de permanente de Cross-Country Olímpico do Centro de Alto Rendimento da Anadia, situada na localidade de Tamengos, nas imediações do centro termal da Curia, foi a sede do Campeonato Nacional de XCO 2020, um ano que já ficava na memória pelo momento que vivemos nas nossas vidas em tempos de pandemia, mas que agora também fica por ser o ano em que alcancei a minha primeira medalha de ouro em nacionais de BTT.

São sempre momentos especiais estes que se vivem em torno dos Campeonatos Nacionais. É a corrida que mais que outra qualquer todos querem vencer, mas tal como em qualquer outra, só um tem essa felicidade.


A nível de corridas nacionais, neste ano de estreia na categoria Master 40 e com todas as condicionantes que provocou a Covid-19, chegamos a esta prova com apenas duas Taças de Portugal realizadas. A primeira em Março, ainda antes de toda esta confusão, onde alcancei um segundo lugar em Vila Franca, depois de liderar boa parte da corrida, e a segunda Taça, disputada há duas semanas em Guimarães, onde alcancei o terceiro posto.

À chegada a este Campeonato Nacional, julgava ser realista a possibilidade de estar na luta por uma medalha, e sendo sempre um dia especial, quem sabia de a primeira vitória em provas de XCO a nível nacional também não poderia mesmo acontecer... E aconteceu mesmo!

Acho que consegui realizar uma corrida quase perfeita, sem grandes erros, liderando a mesma desde a segunda das cinco voltas que tivemos de percorrer ao circuito e aos poucos consegui ir aumentando a vantagem para o Marco Macedo e para Hugo Moreira que terminaram a prova na segunda e terceira posições respectivamente.


Apesar da prova ser vedada ao publico, foi muito bom sentir os incentivos e apoio das pessoas presentes no circuito, bem como a fundamental ajuda do staff da equipa, que não deixou que nada me faltasse antes, durante e após a prova. Obrigado a tod@s!


Não quero terminar sem agradecer também o apoio "dos do costume": Família, que me ajuda no dia-a-dia e ainda compreende as minhas ausências, treinador e amigo Miguel Moura, e os patrocinadores, que nos permitem ter as condições que temos para alinhar nas corridas e ainda felicitar os meus companheiros de equipa pelas respectivas prestações! 

E por falar em corridas, a próxima é outro Campeonato Nacional, mas agora da vertente XCM (Maratonas), em Condeixa, no próximo dia 11.

Galeria de Fotos

Classificação Master 40



quarta-feira, 23 de setembro de 2020

Próxima corrida: Campeonato Nacional XCO - Curia


Local:
Pista XCO Tamengos, Curia, Anadia
GPS: N40º25.248 W008º28.283


Foto: CAR Anadia
Circuito:
Extensão: km
Desnível acumulado de subida por volta: ?m D+

Programa:


sexta-feira, 11 de setembro de 2020

Taça de Portugal XCO #2 - Guimarães


Seis meses após a prova de abertura da Taça de Portugal de XCO em Vila Franca, Viana do Castelo,  a segunda corrida desta competição realizou-se no na pista do Centro de Ciclismo do Minho,  situado na freguesia de Souto Santa Maria,  Guimarães,  num dia marcado pelo calor, que veio acrescentar um pouco mais de dificuldade a um circuito que já de si bem exigente a nível físico.
 
Nesta época pandémica que atravessamos, a Federação Portuguesa de Ciclismo voltou a implementar o protocolo sanitário,  que julgo ter sido uma vez mais bem acolhido e respeitado por todos os intervenientes na prova.


Quanto à corrida em si, de minha parte tenho de a dividir em duas fases. Nas duas primeiras voltas consegui manter um andamento forte, liderando e abrindo alguma diferença para os perseguidores,  mas acabei por ser surpreendido por uma súbita e inesperada "marretada" durante a terceira volta. 
Talvez devido ao calor. Talvez devido a uma má alimentação ou hidratação. Ou talvez devido ás duas coisas, o que é certo é que foi difícil manter-me em prova!


Com bastante sacrifício continuei,  para tentar terminar. O final da terceira e a quarta voltas foram terríveis.  Perdi a liderança para o Marco Macedo e mais tarde o segundo lugar para o Hugo Moreira,  mas felizmente depois consegui segurar o terceiro lugar final, com o corpo a começar a responder um pouco melhor na última volta. 

Depois do regresso à competição no Campeonato Nacional de XCE, foi bom regressar ao XCO e agora há que preparar a próxima corrida,  que será o Campeonato Nacional,  que há poucos dias mudou de Avis para Tamengos, na Anadia, e assim será ali que se vão disputar os títulos nacionais da vertente Olímpica do BTT. 

A finalizar não posso deixar de agradecer todo o apoio da equipa e patrocinadores pelo apoio que não nos tem faltado!

Galeria de Fotos

Classificação Master 40



quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Próxima corrida: Taça de Portugal XCO #2 - Guimãres

 


Local:
Centro de Ciclismo do Minho, Souto Santa Maria, Guimarães
GPS: N41º31.139 W008º17.507

Circuito:
Extensão: 4,6km
Desnível acumulado de subida por volta: ?m D+

Programa:

Domingo, 12 Setembro 2020


domingo, 30 de agosto de 2020

Campeonato Nacional XCE - Anadia


Quase seis meses depois, regressamos ás corridas, neste ano completamente atípico, dominado pela pandemia da COVID19, que veio dar uma reviravolta nas nossas vidas.

Com todas as condicionantes inerentes à luta diária da nossa sociedade contra o vírus, também o Ciclismo teve de se adaptar a esta nova realidade diária, cheia de restrições ao contacto de proximidade entre pessoas e de medidas de higiene.


Nesse sentido, e nesta primeira fase de retoma da actividade desportiva, a Federação Portuguesa de Ciclismo deu prioridade ás provas mais individualizadas, surgindo daí esta primeira edição do Campeonato Nacional de BTT-XCE (Eliminator), que sendo disputado numa primeira fase de apuramentos para as semi-finais e finais através de um contra-relógio individual e depois com apenas quatro corredores em pista em cada uma das meias finais e finais, foi de encontro à necessidade de evitar grandes ajuntamentos a que estamos sujeitos desde há vários meses.


Quanto à prova em si, esta foi disputada no circuito permanente de Tamengos, localidade próxima da zona termal da Cúria, com um percurso desenhado com cerca de 1300 metros para esta prova de XCE.

Sendo um tipo de prova novo para a quase totalidade dos participantes, todos tiveram de se adaptar. De minha parte, esta foi a segunda experiência nesta vertente, que havia experimentado há alguns anos atrás num evento disputado em Vila do Conde.


No contra-relógio consegui alcançar o segundo registo na tabela de tempos entre os Master 40, conseguindo apurar-me para uma das meias-finais, onde depois consegui o apuramento para a final, disputada entre mim, o Miguel Ribeiro (Póvoa de Varzim/CDC Navais), o Afonso Ferreira e o Marco Anacleto (Strix Bike Team).

Ao contrário da semi-final, na corrida decisiva não consegui fazer um muito bom arranque, seguindo na terceira posição durante quase toda a prova, enquanto que na frente e aos poucos o Miguel,Ribeiro foi demonstrando que estava muito forte e foi ganhando espaço para o Marco Anacleto que seguia mesmo na minha frente. O Afonso Ferreira vinha em quarto.

Entretanto já na parte final do percurso, na aproximação ao Rock-Garden o Marco cometeu um erro e seguiu pela alternativa, o que me deixou caminho livre para agarrar a segunda posição e conserva-la até ao risco de meta, onde o Miguel Ribeiro venceu e o Afonso Ferreira, que também aproveitou o erro do Marco Anacleto, que na sequência do erro ainda acabou por ter uma ligeira queda, para segurar a medalha de bronze.

Foi uma boa tarde de corridas, com disputas bem interessantes e cheias de adrenalina, mas foi principalmente muito bom poder rever amigos e voltar a colocar o dorsal e alinhar numa corrida depois de tanto tempo de ausência.

Espero que agora, apesar de todos os cuidados que obviamente todos temos de ter, as coisas recomecem a entrar na sua normalidade e mais provas se possam realizar, sendo a próxima no próximo dia 12, marcando o regresso da Taça de Portugal de XCO, em Guimarães.

Galeria de Fotos, clique aqui

Resumo em video UVP-FPC



Classificação Master 40



quinta-feira, 27 de agosto de 2020

Próxima corrida: Campeonato Nacional XCE - Anadia


Local:
Pista XCO Tamengos, Curia, Anadia
GPS: N40º25.248 W008º28.283

Circuito:
Extensão: 600/1500m
Desnível acumulado de subida por volta: ?m D+



Programa:

Domingo, 30 Agosto 2020



segunda-feira, 4 de maio de 2020

COVID-19: Informações da UVP-FPC sobre o Estado de Calamidade

Com toda a actividade competitiva suspensa devido à crise provocada pela COVID-19, a Federação Portuguesa de Ciclismo emitiu um novo comunicado, face ao decreto do Estado de Calamidade que agora entrou em vigor.

Para consultar a informação siga este link.


sexta-feira, 13 de março de 2020

Comunicado da UVP-FPC sobre o COVID-19


Link para o Comunicado emitido pela Federação Portuguesa de Ciclismo, com o anúncio da suspensão de todas as competições até dia 3 de Abril: aqui

domingo, 8 de março de 2020

Taça de Portugal XCO #1 - Vila Franca

Foto: Cristina Sousa
Já vem sendo tradição, darmos inicio à temporada da Taça de Portugal de XCO em Viana do Castelo, com a visita a Vila Franca. Este ano foi a décima sexta edição desta prova, a sexta consecutiva que ali disputamos.

Foi num dia que domingo chuvoso que os mais de quatrocentos participantes, distribuidos pelas diferentes categorias, disputaram as respectivas corridas, enfrentando o habitual traçado natural nas encostas do monte de Roques, com subidas exigentes e descidas algo técnicas, também devido ao piso enlameado.

Sendo a minha estreia na categoria Master 40 em provas da Taça de Portugal, fui dos ultimos a ser chamado na grelha de partida, pelo que dado o sinal de inicio de corrida fui tentando chegar-me mais para os lugares da frente, o que fui conseguindo, até alcançar a frente da corrida a cerca de metade da primeira, das quatro voltas. 

Aos poucos fui abrindo alguma vantagem, que aumentou um pouco mais na segunda volta, entrando para a terceira com uma relativa margem para a partir daí controlar a corrida. 
Mas infelizmente a partir dessa altura comecei a ter problemas com a corrente da bicicleta, perdendo tempo e a liderança numa primeira queda da corrente.
Depois ainda voltei a encostar ao Campeão Nacional, Marco Macedo, que entretanto me havia ultrapassado, mas ainda na parte final dessa terceira volta a corrente voltou a cair, logo numa muito rápida, que fez perder muitos metros e tempo para o líder, mas forcei um pouco mais o andamento e na entrada da ultima volta, voltei a encostar à frente, só que não era mesmo o meu dia para vencer e a corrente voltou a cair, pela terceira vez, quando cheguei novamente à zona onde havia tido os primeiros problemas, acabando por aí com as possibilidades de lutar pela vitória.

Finalizei assim em segundo, alcançando o meu primeiro pódio na Taça de Portugal de Cross-Country Olímpico! Parabéns ao Marco pela vitória e ao António Viana pelo terceiro lugar!

Apesar dos percalços, saio desta primeira prova da Taça de Portugal motivado para continuar a dar o meu melhor!

Obrigado Cristina e Clara por toda a ajuda ao longo do fim de semana. Obrigado família, equipa e patrocinadores e a todos pelo apoio!
Parabéns aos restantes colegas da equipa Rompe Trilhos / Ajpcar pelos resultados, especialmente ao António Passos pela vitória nos Master 50 e ao Augusto Midão pelo segundo lugar em Master 30!

Galeria de Fotos

Classificação Master 40


quinta-feira, 5 de março de 2020

Taça de Portugal XCO #1 - XVI BTT Vila Franca


Local:
Vila Franca do Lima, Viana do Castelo
GPS: N41º41.010 W008º44.242

Circuito:
Extensão: 5290m
Desnível acumulado de subida por volta: 162m D+


Programa:





domingo, 23 de fevereiro de 2020

Taça Regional AC Porto XCM #1 - Avintes

Foi em Vila Nova de Gaia, com a realização da décima edição da Maratona Broa D' Avintes que se deu início à edição 2020 da Taça Regional da Associação de Ciclismo do Porto de XCM.

Numa manhã de sol e temperatura amena, tivemos pela frente um traçado com cerca de 68 quilómetros de extensão e 1700 metros de desnível acumulado de subidas, através dos tradicionais trilhos que encontramos naquela zona, marcada pelas encostas na margem do Rio Douro.
Ano após ano, é de louvar o esforço desta organização da ACMA, que nos tem brindado com um percurso sempre muito bem tratado, limpo e marcado, com alguns single-tracks espectaculares e de pura diversão, intercalados com subidas curtas, mas bem duras, ao mais puro estilo do XCO.

Foto: Cristina Sousa
Foi uma corrida disputada sempre a alta velocidade, onde procurei encontrar um bom ritmo desde início, com o qual consegui chegar à liderança na minha categoria nos quilómetros iniciais, indo depois imprimindo o meu andamento ao longo da prova, sem grandes erros e apenas com um pequeno susto quando a corrente saiu da roldana do desviador e me fez perder algum tempo, mas felizmente consegui gerir a situação e manter a liderança até à meta, onde venci entre os Master 40, sendo secundado pelo grande amigo, treinador e colega de equipa, Miguel Moura!
No terceiro lugar terminou o Fernando Pinto.

Colectivamente a nossa equipa também esteve excelente, arrecadando um total, de quatro vitórias e mais dois pódios, o que valeu a vitória na classificação de equipas!

Obrigado a todos pelo apoio e obrigado ás Directoras Cristina e Clara e pelos abastecimentos!

Galeria de Fotos

Classificação Master 40