domingo, 15 de dezembro de 2019

Superliga Ciclocrosse #2 - 1º Ciclocrosse Vila Boa de Quires e Maureles

A segunda prova da Superliga de Ciclocrosse da Associação de Ciclismo do Porto marcou a estreia da união de freguesias de Vila Boa de Quires e Maureles na realização de provas da vertente invernal do Ciclismo, numa organização liderada por Jorge Magalhães, ciclista da W52/FC Porto que quando lhe foi lançado o desafio de organizar esta corrida, tratou de colocar "mãos à obra".

Sem muitas alternativas viáveis para servir de localização para a corrida, foi nos terrenos pertencentes à Pista de Motocrosse "Aldeia Rotativa" que se desenhou um traçado com cerca de 2200 metros de extensão, essencialmente marcado pelas exigentes subidas, mas também por algumas descidas alucinantes e uma longa secção de escadas com 25 degraus!

Foi numa manhã de verdadeiro inverno que o evento acabou por decorrer, com a chuva a não dar tréguas, mas com todos os atletas a darem o seu melhor em prova e o resultado acho que acabou por ser uma manhã digna de Ciclocrosse, que a organização espera dar continuidade no futuro tentando melhorar aspectos que não tenham corrido tão bem, mas que com a experiência e a vontade de fazer melhor, as coisas seguirão seguramente no melhor rumo.

Foto: Cristina Sousa
Acabei por me envolver pessoalmente na ajuda ao Jorge, dando algumas sugestões para o percurso, tentando transmitir a minha visão sobre alguns aspectos a que um circuito de Ciclocrosse deve corresponder e no final, pelas opiniões que fui ouvindo, julgo que no geral o percurso foi do agrado da maioria dos participantes, apesar da sua dureza, mas naquele local, não será muito fácil fazer um traçado com muito menos exigência em termos de acumulado por volta, acabando mesmo por ser esse um dos aspectos diferenciadores deste circuito para outros que encontramos no calendário nacional.

Pessoalmente consegui fazer uma prova quase perfeita, sem grandes erros ou percalços, assumindo a liderança ainda durante a primeira volta e aos poucos tentando aumentar a vantagem para os perseguidores, que entretanto se foram envolvendo nalgumas lutas entre si.
Foi espectacular conseguir vencer esta prova, pois esta é actualmente a mais próxima de minha casa e onde pude sentir sempre muito apoio vindo do lado de fora das fitas ao longo das voltas.
Especial foi também no final ver o colega de equipa "Nelo" Monteiro, terminar na terceira posição, tendo andado até aos metros finais na luta pelo segundo com o Hélder Nogueira!

Foi sem duvida um grande dia para a nossa equipa Rompe Trilhos - Ajpcar e seus patrocinadores, pois além da minha vitória e terceiro lugar do Nelo nos Master 40, conseguimos também vencer nos Master 30 através do Augusto Midão e nos Master 50 com mais um triunfo do António Passos, que nos permitiu reforçar as respectivas lideranças nos rankings individuais desta Superliga de Ciclocrosse.

Galeria de Fotos

Classificação Master 40

Ranking Master 40 após 2ª prova

Sem comentários: